sábado, 9 de julho de 2016

Vamos a eles, foda-se!

Há muito para dissecar sobre o Euro 2016 em geral e sobre a Selecção em particular. Mas não o vou fazer. Não neste post.

Nota prévia: não retiro uma vírgula ao que fui criticando na nossa prestação. Porque sou um apaixonado por futebol, mas sobretudo pelo futebol bonito, empolgante. E a nossa Selecção, historicamente, sempre teve jogadores mais tecnicistas, que podiam fazer a diferença. E por isso confesso que me dói o coração ao ver-nos a jogar lento, lateralizado, com pouca presença na área.

Contudo, enfim, o tal pragmatismo foi resultando. Não foi um futebol bonito, mas foi um futebol minimamente eficaz, que nos foi apurando - fase de grupos é um caso à parte, aí sim tínhamos CLARA obrigação de fazer melhor e fomos CLARAMENTE incompetentes.

Mas alto e pára o baile! Independentemente da falta de brilhantismo, nada justifica a campanha vergonhosa que está a ser feita contra Portugal:
- Uma jornalista suíça ataca o aspecto físico de Cristiano Ronaldo, inclusive chamando-o "diva" e "maricas" (foram mesmo estes os termos utilizados).
- Uma casa de apostas da Irlanda implora pela vitória da França, para que Cristiano Ronaldo chorasse "lágrimas muito salgadas" (mais uma vez, foi esta a expressão utilizada).
- Um jornalista francês disse que Portugal praticava "um futebol bem nojento".
- Etc etc etc (incluam aqui críticas bem destrutivas a Renato Sanches, William Carvalho e Danilo)

Acho que isto está a passar um bocado dos limites. E é por isso que, apesar de eu não estar especialmente optimista (diria que a França tem, no mínimo, 60% de favoritismo), adorava ganhar esta final e calar toda esta gente. E esta final contra a França tem toda uma história épica: o Euro 84, o Euro 2000, o Mundial 2006, todas estas críticas, toda a xenofobia (para com os nossos emigrantes em particular), o facto de a própria França também ter apanhado adversários acessíveis até à meia-final (onde foram muito dominados pela Alemanha, e de facto passaram ao aproveitarem erros defensivos pouco habituais na selecção alemã)... Queria vingar tudo isto!

Carago, vamos a eles! Vamos calar estes avecs! Vamos mostrar-lhes de que fibra somos feitos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Real Time Web Analytics