sábado, 14 de maio de 2016

Últimas decisões do campeonato

O meu coração palpita como já não palpitava há muitos anos.
Passei a semana toda a pensar no próximo domingo.
Eu ainda acredito. Porque ser sportinguista é isto. É sofrer até ao fim, é acreditar até ao fim. Se é o cenário menos provável? É, sejamos realistas. Mas não é impossível, nem sequer é improvável. Não é nada de outro mundo pensar que o Nacional da Madeira pode tirar pontos ao Benfica. Pegando em alguns exemplos deste campeonato, alguém pensava que o Benfica ia perder com o Arouca? Alguém pensava que o Sporting ia perder com o União? Alguém pensava que o FC Porto ia perder com o Tondela?

No futebol, tudo pode acontecer. A história do futebol é recheada de surpresas, os favoritismos valem zero ou perto disso. Ora vejamos:
- Leicester campeão inglês
- No passado fim-de-semana, na última jornada do campeonato holandês, o Ajax estava como o Benfica: na iminência de ser campeão, bastava ganhar. Pois que empatou... com uma equipa já despromovida, dando assim o campeonato ao PSV.
- Alguém pensava que, no Mundial 2014, a Espanha seria eliminada na fase de grupos?
- Alguém pensava que o Benfica ia perder o campeonato em 2013, aos 92min, com o famoso golo do Kelvin?
- No último fim-de-semana, o Atlético de Madrid ficou fora da corrida pelo título espanhol, ao perder pontos com...o último classificado.

Podia dar milhares de exemplos. No futebol não há impossíveis. E por isso, enquanto houver 1% de possibilidades, eu vou acreditar. Até ao fim. Porque nós merecemos este campeonato, como já não merecíamos há muitoooos anos. Porque somos, de longe, a equipa que pratica melhor futebol, um futebol bonito, um futebol de ataque, um futebol dinâmico. Porque temos aquele que é, a meu ver, o melhor jogador da Liga actualmente (João Mário). Porque em 6 clássicos esta época, ganhámos 5 (e aquele que perdemos, contra o Benfica em Alvalade, foi contra uma equipa que se limitou a defender o resultado). Por isso... Força Sporting! Nós acreditamos em vocês!

E como o campeonato está a chegar ao fim, clubismos à parte, deixo aqui o meu 11 ideal da época 2015/2016:
GR - Rui Patrício
DD - Maxi Pereira
DC - Coates e Jardel
DE - Layun
MD - Danilo Pereira
MC - Adrien Silva
ED - João Mário (com menção honrosa para Iuri Medeiros e para Pizzi)
EE - Bryan Ruiz (com menção honrosa para Rafa Silva)
PL - Slimani e Jonas (com menção honrosa para Mitroglou)

Uma última nota: tristeza imensa pela descida de divisão da minha Briosa. Não só por ser o meu segundo clube, mas também por ser um clube histórico do futebol português. Um cenário que já adivinhava há várias épocas - mesmo na época em que ganharam a Taça de Portugal, só garantiram a manutenção já no último mês de campeonato. Uma direcção que envergonha o nome da Académica e que já se devia ter demitido há muito. Volta depressa, Briosa.

2 comentários:

  1. Como portista preferia que o resultado final fosse o que tu queres :) aguardamos por domingo. E que haja ainda mais surpresas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Infelizmente os deuses do futebol estavam virados para outro lado...

      Eliminar

Real Time Web Analytics